Para todos os Fans de Anime!
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Alice Of Human Sacrifice

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
marinis16
初心者 [Iniciante]
初心者 [Iniciante]


Número de Mensagens : 5
Idade : 27
Data de inscrição : 15/12/2010

MensagemAssunto: Alice Of Human Sacrifice   Qua 15 Dez - 7:35

Baseado na musica "Alice of Human Sacrifice" do Vocaloid,no filme "Alice no País das Maravilhas" e no anime "Shugo Chara"...espero que gostem ^^

Capitulo 1 - Alice
Alice. Esse foi o primeiro nome que me veio à cabeça. Toda hora. Todo minuto. Todo segundo. Alice. Somente, Alice.
Na escola, minhas anotações eram sempre Alice. Mas por quê?Por quê?
-Sophie?Gostaria de nos responder essa pergunta?
-Me desculpe professor, mas, qual é a pergunta?- tentei dizer, disfarçando a distração.
-Bom, mudarei a pergunta, já que você esta sonhando. Vamos acordar!Qual a primeira coisa que você pensa ao acordar?- o professor me pergunta, sarcasticamente.
- Normalmente professor, -comecei a dizer- eu sempre penso em voltar a dormir... -nesse momento, toda a sala começou a rir - mas hoje, pensei no nome Alice. Não sei o porquê.
-Interessante... -disse ele pensativo- pensar em um nome quando acorda é um tanto estranho...
Dei uma risadinha, mas depois fiquei quieta.
A aula prosseguiu normalmente.
Otimo!O sinal bateu!Todos pra fora!Vamos!E vamos!
Saindo da escola,vi o "clubinho da fofoca", que sempre tem uma "novidade" para contar.
-Qual é a nova de hoje?-pergunto
-A nova é que....-uma das garotas tenta dizer
-É que?-tento entender o que ela disse
-É que tem um homem misterioso absolutamente lindo rondando o bosque!!!!!!!!!!!!!!!!!!
-Nossa!-exclamo espantada-Que sorte a minha!Vou tomar o caminho do bosque hoje!
-Você tenta pedir um....-uma das garotas começa a dizer
-Autógrafo?-eo a interrompo - Claro!Claro!Tento.Mas vou fazer o possivel.-dou uma piscadinha e vou embora.
Ainda na cidade,na praça principal,sentei-me num banco,pois estava muito cansada.Tentei refletir a "ALICE".O que isso quer me dizer?
Peguei meu caderno e comecei a revirar as anotações.Tinha uma que estava assim:
"Alice...Pode até ser um nome muito fofo,mas pode significar muitas coisas....desde fofo até........."
Mas essa frase não estava completa.Isso com certeza dá pra perceber.E eu estava tentando terminar aquela frase.Foi quando,de repente,uma voz alegre fala,para mim:
-Oooooooooooooiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Claro!Levei um baita susto!Mas depois quando me virei,eo o vi.
Led.Meu amigo de infância.Nos eramos amigos desde pequenos.Ele era um pouco mais alto do que eu,devia ter um metro e setenta...coisa assim.Seus cabelos,nem tão grandes nem tão pequenos,ruivos,cintilavam ao sol.Ele era absolutamente lindo.Sempre o achei lindo.Ele também achava o mesmo de mim.
-O que é isso garoto?-perguntei assustada-Você quase me mata de susto!!!
-Há!Há!Te peguei de nooovoo!!- exclama ele,debochando de mim.
-Estava aqui,no meu canto,me concentrando,e de repente,VOCÊ aparece!! - exclamei,destacando minha voz no "VOCÊ".
-Concentrando em que??- pergunta Led,curioso.
-No nome Alice.-respondo educadamente
-Alice,ein....parece um tanto...interessante.... - diz ele
-Também acho.... - concordo junto com ele - Mas acho um tando estranho lembrar desse nome justo hoje....
- Um parente seu? -pergunta Led - Que morreu talvez....
-Bata na madeira garoto!!!! - exclamo batendo tres vezes no banco de madeira - Parente meu nenhum morreu não!!!E eu também não tenho uma parente que se chama Alice.
-Booomm....entãããããooo....não posso ajudar!-exclama ele
- Mais ajuda quem não atrapalha!-exclamo enquanto viro-me para o caderno.
-Hunf!Também não ajudo em mais nada!- diz ele,em tom de "meu inimigo"
-Já disse: Mais ajuda quem não atrapalha!-falo enquanto olho para o caderno.
-Então eu já vou indo!!-diz ele correndo- Te encontro hoje a noite na festa!!!
E ele foi.A festa?É da minha "inimiga" : Lizzie.Porque?Porque ela era minha inimiga?Ah sim!Lizzie sempre implica comigo.Me xinga e me bate mas no fundo,tem inveja.
Continuei na praça,do lado do chafariz,que as vezes espirrava água em mim.
-Alice....Alice....Alice....-eu repitia
Foi quando o relógio central bate seis horas da tarde.Em ponto.
-AAAhhh!!!!-dou um grito- Estou atrasada!!!!
Arrumo minhas coisas rapidamente e saio correndo em diração a entrada do bosque. Mas,por que escolher o caminho do bosque,justo hoje? Minha mãe disse que era para eu passar na casa de minha avó,para pegar uns vestidos ou coisas assim.Minha vó mora no bosque,ela gosta.Eu também gosto.Somos Chapéuzinho Vermelho e a Vovozinha,praticamente.
Andando depressa pelo bosque,vejo um vulto.Não presto muita atenção e continuo meu caminho.
-Alice...ein.... - soou uma voz
-Q-q-quem está aí?? - gaguejei
-O amigo da Alice....talvez você me conheça,garotinha das Alices...
-Garotinha das Alices? - estranhei - Quem?Eu?
-Não!É a gatinha lá da outra esquinha....- a voz debochou de minha pergunta - Claro que é você!!!
-Mas...quem é você??-perguntei
Foi quando um garoto de olhos roxos,cabelos da mesma cor e um sorriso de orelha a orelha apareceu em minha frente.Ele tinha orelhas de gato e um rabo,da cor rosa.Isso me soou um pouco....familiar...
- Muito prazer,amavel dama!-disse ele beijando minha mão - Meu nome é Diego,o gato sorridente.
-Deu pra perceber que você é um gato...-eu falei-do livro.....
-Alice no país das maravilhas!!-ele me interrompeu-Só que eu não venho de lá.Alice no pais das maravilhas está em ordem!Venho de um velho livro chamado Alice do Sacrifício Humano.Conhece?
-Não.-respondi com sinceridade-Sobre o que fala o livro?
-Ele fala de quatro diferentes Alices que visitaram um estranho país.- ele me responde
- Quatro Alices?-pergunto assustada-Não era só uma?
-No livro original sim!-responde-me ele- Mas nesse não.São quatro Alices com caracteristicas totalmente diferentes.Uma é....
-Matadora.-eo o interrompi- A segunda é um cantor louco,a terceira é uma rainha obsecada por poder e com medo da morte,e a última são um casal de gemeos curiosos....
-Pelo jeito as Alices já te atacaram!!- exclamou ele todo feliz
-Atacaram?-perguntei
-Elas já invadiram sua alma.-respondeu ele- Agora você pode ter a personalidade Alice que quiser.
-Mas,como?-pergunto
-Elas estão aqui,-Diego começa a dizer- escondidas no bosque.Estão na forma de cristal,pois elas não podem aparecer no mundo humano em suas verdadeiras formas.
-Por que você diz "elas"?-pergunto
-Pois são ALICES.-Diego me responde
-Mas tem um homem no meio-eu interfiro- Não é verdade?
-Sim,mas do mesmo jeito ele é considerado ALICE.- ele discute comigo
-Bom,se você diz....-eu resmugo- Você é o "Gato da Alice" não é?Pois bem...
-"Gato da Alice" nada!!!!!-exclama ele- Não sou gato de ninguem!!Sou um gato livre!E não pense em mudar a historia!!
-Calminha Diego.-tento acalma-lo - Eu disse "Gato da Alice" pois você é o gato do livro da Alice.Entendeu?Foi nesse sentido...
-Aaaa ssiiiimm!!!-ele fala feliz - Se for assim tudo bem...
-Olha,gato...-começo a dizer - Tenho que ir agora tá?
-Posso ir com você?-pergunta ele
-Pode...mas...- olho para ele de uma maneira desconfiada - Você é um "homem-gato"
-Ainda tenho dezessete anos...-resmunga ele- não sou um "homem".
-Tudo beemm!!-exclamo- Mas do mesmo jeito!Você tem orelhas de gato e um rabo também! E mesmo se eo levar um garoto de DEZESSETE anos pra casa,minha mãe me mata!!
-Isso não é problema!!-diz ele todo feliz- Sua mãe gosta de gatos??
-Ela am....
Não consigui terminar a frase,e foi quando ele se transformou num gato malhado.Preto e Branco.
Eu,como tenho paixão por gatos desde pequena,fikei apaixonada e o peguei no colo.
-Você é tãããããoo fofooo!!! - digo enquanto o abraço
-E você tem um colo bem confortável!!- diz ele
-Vamos!-exclamo- Não temos tempo a perder!!
Eu?Esqueci de me apresentar!Meu nome é Sophie Roberts ,tenho 13 anos e tenho um metro e sessenta.Meus cabelos são castanhos,igual a cor de meus olhos,e também tem "um toque" ruivo nas pontas.Sou uma garota normal,nem "patricinha",nem "nerd",nem "emo" (Tá!!Emo só um pouco,por que sou bem dramática e choro por qualquer coisa).Namorado?Nenhum ainda.Só que tenho um amigo de infância que dá em cima de mim,serve?


ee aaee genteesss???gostaaraaamm??? logo logo eo posto aki o segundo capitulo oks?




Alice of Human Sacrifice
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
marinis16
初心者 [Iniciante]
初心者 [Iniciante]


Número de Mensagens : 5
Idade : 27
Data de inscrição : 15/12/2010

MensagemAssunto: Re: Alice Of Human Sacrifice   Sex 24 Dez - 2:09

Baseado na musica "Alice of Human Sacrifice" do Vocaloid,no filme "Alice no País das Maravilhas" e no anime "Shugo Chara"...espero que gostem ^^

Capitulo 2 - Festa com um toque de vingança.
Começamos a correr em direção a casa de minha avó,que era bem simples.Tinha dois quartos,uma sala,um banheiro e uma cozinha/sala de jantar.Uma cabaninha no meio do bosque.Chegando lá,não perdi tempo, gritei um "vóóóóóó" e ela foi logo pegando os vestidos.
-Obrigada vovó!!-exclamei enquanto pegava os vestidos
-Imagine minha netinha!-disse ela- Você sabe que eu adoro costurar os seus vestidos!!
-Sei sim vovó.- eu disse -E sei que você adora gatos! Achei um na floresta.. Será que mamãe irá gostar?
-Claro minha neta!- responde ela pegando Diego no colo - Ela gosta de gatos tanto quanto eu!
-Ah!Claro!-concordei com ela - Que pergunta boba!
Conversamos um pouco e depois me despedi,pegando Diego e indo em direção a minha casa.
Diego voltou a sua forma "garoto-gato" e começou a me fazer um zilhão de perguntas:
-Como é esse negocio de estudar?
-Aaahh!!-exclamei com raiva- Diego!Pare de fazer perguntas!Isso esta me deixando mais que irritada!!
-Mais que irritada você já esta senhorita! - retruca ele
-Tá bom senhorzinho cavalheiro! - gritei com muita raiva- Eu estou irritada por que ainda tenho que ir numa festa.Que vai ser cheinha de "fru-frus".
-Humm....-reflete ele- Entendo...
-NÃO VOCÊ NÃO ENTENDE!!!!- gritei para Diego
Nesse momento,Diego colocou-se em minha frente e pegou-me no colo.
-Ssshhhh...- disse ele colocando seu dedo em minha boca- Você está nervosa de mais....Esqueça Lizzie por um tempo...tá?...pense no País Estranho...como ele será??Como serão as Alices??
Nem tentei me retirar de seus braços.Eles eram fortes e aconchegantes. Eu não queria sair de lá.Não mesmo.Parecia....uma nuvem....uma nuvem aconchegante,quente e com olhos vermelhos sangue.Sim,Diego,de fato,é um gato.O gato sorridente do livro "Alice no pais das maravilhas".Estou falando sério.Não era um sonho.Era pura verdade.
-Melhor assim,amavel dama? - pergunta ele,depois de eu ter ficado um bom tempo em seus braços.
-M-m-melhor sim...-digo um pouco corada,ainda em seus braços
-Gostou né?-ele me pergunta,com um ar de "todo-perfeito"
-N-n-n-não é que eu gooostei...mas é...aconchegante...-disse,bem vermelha dessa vez
-Então gostou!!-exclama ele-Posso te dar um beijo se você quiser....
Tá.Adivinhe minha reação.Bati nele?Dei um soco nele?Simplesmente deixei ele sem comida por um mes? Não.Não.E não. Fechei os olhos.Naquele momento,tudo que eu pensei foi : "Se ele me der um beijo,vou beijar primeiro que Lizzie. "
-Você quer,ou não?-pergunta Diego
-Um pouco das duas....-respondi,um pouco indecisa
-Deixemos isso para depois!-disse ele colocando-me no chão- Temos de ir à festa,certo?
-À festa não,à balada.- eu o corrijo
-Está bem,se você diz.... - disse ele
Chegamos na minha casa.Fui ao banheiro,colocar meu vestido,e Diego ficou esperando no meu quarto,mechendo em tudo quanto era coisa.
Coloquei meu melhor vestido,afinal,iria à festa de Lizzie,e ainda, acompanhada de um garoto de dezessete anos.Como o vestido era? Ele era de seda.Azul.Era um pouco acima do joelho e demarcava bem minha cintura.Acho que fiquei meia hora na frente do espelho,só para arrumar o cabelo.Meu cabelo,como é liso,dá pra fazer muita coisa,mas,só fiz dois cachos com duas mechas da parte da frente.E pronto.Fui para o meu quarto,e logo que entrei,Diego já me enchia de elogios.
-Diego,fala serio....-eu sempre dizia- Eu estou,absolutamente,normal.
O salão da festa,ficava mais ou menos umas cinco quadras de minha casa,então,fomos a pé.Paramos em frente ao salão.Não tinha nenhum nenhum segurança,assim,Diego pode entrar,sem que ninguém o barrasse.
Quando chegamos, as musicas "do momento" já estavam tocandio. Deixei meu presente em cima da mesa e sentei-me,com Diego ao meu lado.
-É um karaoke!-exclama ele
-Isso mesmo,meu preferido.-eu disse- Mas não vou cantar aqui,não hoje.
-Por que?É sua chance de você mostrar que é melhor que Lizzie!-exclama Diego
-Diego...-começo a dizer- Você já reparou que estão olhando.....para nós?
-Reparei sim!-respondeu ele- Mas eu não me importo com essas pessoas.Me importo com você,Sophie.
Essa é boa.Tá.Imaginem uma pimenta.Bem vermelha.Era eu naquele momento.Bom,é claro que Diego estava exagerando um pouco,tip,não sou a garota mais linda do mundo, e nem a mais amavel,eu acho.
-O que foi,Sophie?- perguntou-me Diego - Está sem reação?
-Diego,-começo a dizer- dá para você não exagerar tanto?
-Não.-ele me responde
Faço uma cara de tipo "fala séééério",e depois levanto-me para falar com minhas amigas.
Bia,Zoey,Ellena e Kelly.Minhas MELHORES AMIGAS!!!! Diego achava isso uma idiotice."Amigas pra que?", ele sempre perguntava.
-Tá podendo ein fofa? - fala Zoey
-Tá beeemmm mais que podendo Zoey.-diz Ellena
-Que invejinhaaa.... - comenta Kelly
-História.-diz Bia-Agorinha!
-Calma,calma!-digo enquanto vou para um canto onde Lizzie não poderia nos escutar-Olha,a história,é beeeeemm complicada,e vocês definitivamente,não vão acreditar.
-É magia?-pergunta Bia-Coisa assim?
-Exatamente-respondo
-Tranquilinho fofa!- exclama Zoey
-Você sabe que nós acreditamos em suas palavras.- fala Ellena
-Magiiaa!!Tambéem queerooo!!!- exclama Kelly
-Shiu!Kelly!-falo tampando a boca dela-Ninguém pode saber!
-Eu disse ninguém mesmo Sophie!Não era pra você contar nem pra elas!!-exclama Diego
-De onde você saiu garoto?!?!- todas nós perguntamos,assustadas
-Dali da mesas dos doces.-responde Diego,com uma cara de que "comeu-e-não-gostou"
-Ele é o...- Zoey tentou dizer
-O cara misterioso do bosque...-falei com uma voz decepicionada
-Porque falou com essa carinha fofa?-perguntou-me Diego,colocando delicadamente sua mão em meu rosto.
Nesse momento,quase todas as minhas amigas desmaiaram.
-Diego,pare de fazer isso comigo!- exclamei para ele,tirando sua mão de meu rosto.
-Sophiezinha querida...-Zoey começou a dizer - FICOU MALUCA?!?!?
-Maluca por quê?- pergunto
-Com liscensa - foi dizendo ela,puxando-me para longe de Diego - Ele tá dando em cima de você!!
-Está?
-Claro que está! - exclama Zoey - E ainda,ele é mais velho,o que é bem melhor! - Zoey suspira,com um ar de inveja.
-É claro que estou dando em cima dela!-exclama Diego, o que nos fez dar um salto - Uma garota amavel e linda como essa,todos os garotos ficam caidinhos.
Essa ultima frase,a Lizzie ouviu.Ela me olhou com uma cara de "você-com-certeza-não-é-a-melhor".Ela andou em direção a Diego e o encarou.
-Como você pode me humilhar,em minha propria festa?
-Humilhar?-perguntou Diego com voz zombateira - Não estou humilhando ninguem,só estou agradando essa adoravel dama.
Ele terminou a frase e beijou minha mão.
- O quee???!!!! - gritou Lizzie de raiva - Vamos ver quem é melhor queridinha!!
- Como você quiser,minha cara INICIANTE.- disse com voz desafiante
- Quem você chamou de iniciante?- pergunta-me Lizzie,no mesmo tom que falei
-É claro que foi você! Não tem mais nenhum iniciante aqui.- respondo-lhe dando de ombros
-Allleexxx!!!!- gritou Lizzie para o DJ do karaoke- A de sempre,por favor.
Nessa hora,uma melodia suave e calma tomou conta do salão.Era MINHA musica.Kokoro.Ou como prefiram,Coração.
-Diego....- disse com uma voz decepicionada - Essa é minha musica.
-Sua? - pergunta-me Diego
-Exatamente....-eu disse- Sou eu quem a canto....
Não consegui segurar minhas lagrimas e fui correndo para o bosque,por que era lá que me sentia bem.Por que?Pois eu cantava Kokoro desde pequena,e Lizzie sempre me escutava,tentando sempre ser melhor que eu.
-Porque choras,pequena carneirinha?- perguntou-me uma voz de uma mulher.
-Quem?-perguntei enxugando minhas lagrimas-Eu?
-Claro!-respondeu-me a voz-Não vejo mais ninguem neste lindo bosque. Só este seu rostinho lindo!
-Choro pois minha inimiga roubou algo que me pertence.-respondi,ainda com lagrimas nos olhos
-Você é dramatica de mais.....-refletiu a voz-Por que você não transforma essa tristeza em raiva?
-Raiva?- perguntei assustada- Mas porque....raiva?
-Porque raiva é minha especialidade.-respondeu-me a voz-Raiva,vingança,morte.E também adoro sangue!
-Você....suas caracteristicas....-refleti - Sooam-me familiar....
-Claro,sua idiota!-exclamou a voz - Sou a primeira Alice."A matadora".Como você propria diz.
-Mas você não está na forma de cristal?-pergunto
-E estou!-responde ela-Estou aqui por perto,então consigo falar com você,no seu pensamento,coisa assim.
-Onde,mais ou menos,você está?-pergunto,levantando-me para procurá-la
-Estou numa arvore velha e alta.Que tem folhas muito grandes
-Conheço!-exclamei-Gosto dessa arvore desde pequena e....
-Chega de papo garota!- ela gritou impaciente-Venha e pegue esse cristal.É da cor vermelha tá?
-Ok!!-exclamo feliz da vida ao saber que encontrei a minha "primeira alma"
Procurei o tal cristal,até meu vestido rasgar,por causa dos galhos.Quando o achei,ele começou a brilhar,e dele,saiu uma moça.Ela aparentava ter uns vinte anos.Ela usava um vestido vermelho,estilo medieval,com uma armadura prata brilhante.Ela tinha os olhos marrons,de uma matadora nata.Segurava uma espada,uma grande espada,um pouco suja de sangue.
-Prazer!-disse ela- Meu nome é Meiko,a primeira Alice.Ah!E não me olhe desse jeito!Sim,sim!Sou uma matadora,mas não posso me matar.Se eu te matar,estarei matando a mim mesma.Só matarei quem você pedir.Mas,você é tão ingenua.Você gosta de todo mundo.Por Lizzie,você não tem odio,e sim uma raiva passageira.Serão amigas,algum dia.
-NUNCA!!!-gritei com Meiko-Ela roubou minha canção!!A canção do coração!!!
-Roube a dela.-disse-me- Quem fere com ferro,com ferro será ferido.
-Migikata no chou....-refleti- A borboleta no seu ombro direito....
-Exatamente!!-exclamou Meiko-Agora,deixe-me dar um trato no seu vestido!
-Mas você não é a.....
Ela não deixou eu terminar minha frase.A minha alma e a dela se fundiram e meu vestido ficou vermelho,decorado com naipes de espada,como se tivessemos feito uma troca de personalidade.
-Gostou?-perguntou-me Meiko em meu pensamento
-Eu....adorei!!!-exclamei de alegria
-Obrigada!-agradeceu-me Meiko - Meiko Style!!
-Deu pra perceber,garota do naipe de espada!! - eu disse
-Não temos tempo a perder!!-disse Meiko-Temos de voltar à festa!
-À festa,Meiko?-perguntei-Mas...eu sai de lá...chorando...
-É,é....-suspirou Meiko em pensamento - Tá vendo muita novela...
De repente,não sei o que deu em mim,comecei a correr,em direção a festa e graças a agilidade de Meiko,meu vestido não rasgou.
Cheguei a porta da festa,com meu vestido vermelho.
-Sua vez,garotinha do naipe de espada!-exclamou Diego,com uma voz de satisfeito.
Corri em direção do palco,peguei o microfone e comecei a cantar,já que o ritmo da musica já estava tocando desde que entrei na festa.Mijikata no chou.Quando cantei,senti-me leve,uma borboleta voando.Claro!Cantar não era a especialidade de Meiko,mas é a minha.E na ultima palavra da musica.Parei.Escutei os aplausos.Desci do palco.
-Você ganhou mais aplausos!Acredite! - exclamou Bia em minha direção.
-Você tá seempre podendo ein?-exclama Ellena
-Fofa...fofa...você arrasa!!-chegou Zoey "toda-toda"
-Me dáááá suuaa vooozz!!-exclama Kelly- Invejinhaaa....
-É....-reflito- Não posso fazer nada se ela ainda é uma iniciante...
-INICIANTE COISA NENHUMA!!!!!!-grita Lizzie irritada - SAIA AGORINHA DA MINHA FESTA!!!!!!!
-Com muito prazer,senhorita Lizzie Harymura-disse com voz desafiadora-É melhor eu sair,do que brigar com a anisversariante,não é?Mas,se fosse a minha festa,iria brigar até o fim,sem dar chilique.
-EU DISSE PARA SAIR!!!!- ela ainda gritava de odio e desespero.
Fui até a mesa,peguei minha bolsinha,que era azul,mas já estava vermelha igual ao vestido.Fui até a porta,parei e olhei para festa.
-Não esqueçam de ir em casa amanhã em meninas!!-exclamei
-Claro Sophie!!-exclamaram Bia,Zoey,Ellena e Kelly em conjunto.
-Ah!-exclamei-Diego!Roube alguns docinhos!Você vai ficar um bom tempo sem ir em festas.
Diego não disse nada.Ele sabia que eu estava fingindo.Ou melhor,Meiko estava fingindo.Só pra chamar atenção e deixar Lizzie Harymura de queixo caido.
-Qual doce você quer?-disse Diego correndo atras de mim
-Aquele copinho de chocolate,com chocolate dentro....-suspirei
-Aquele do copinho comestivel...-disse Diego - Aqui!
-Obrigada fofo!!-exclamei
-Você é mais.- ele disse
-Hunf!!
Voltamos pra casa.Cheguei em casa e minha mãe não estava lá.Achei um bilhete na geladeira:
"Filha,fui a uma cidade a uns 150 quilometros da cidade,volto daqui tres dias.Você consegue se virar sozinha né?
Beijo,Mamãe"
Sabado e domingo seria facil sem mamãe,já na segunda.Olhei no calendário."Tomara que seja feriado.Tomara que seja feriado." Para minha sorte era.Segunda,terça,quarta,quinta e sexta.A semana inteira!!Que otimo!Dava para fazer umas comprinhas.


ee aaee?? gostaram do segundo cap??? semana ki vein eo posto o 3 e se eo naum postar kinta ki vein eo to meio atrasada aki com a fic ^^'




Alice of Human Sacrifice
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
marinis16
初心者 [Iniciante]
初心者 [Iniciante]


Número de Mensagens : 5
Idade : 27
Data de inscrição : 15/12/2010

MensagemAssunto: Re: Alice Of Human Sacrifice   Qui 27 Jan - 6:06

Baseado na musica "Alice of Human Sacrifice" do Vocaloid,no filme "Alice no País das Maravilhas" e no anime "Shugo Chara"...espero que gostem ^^

Capitulo 3 - Shopping e......hora do chá??


Aquela sexta-feira,da festa,foi bem casativa.Nem tirei o vestido azul-rasgado para dormir.Dormi e sonhei com Meiko.Que nos estavamos no meio de uma batalha e ela ficou presa em uma jaula.Uma garotinho estava em sua frente e ele começou a dizer: "Nem tudo dá certo quando só se mata,Alice...".E aí acabou o sonho.
Acordei....acordei....
-Sabado.....de.....manhã.....-falei bocejando
-Exatamente minha gatinha...Sabado de manhã...-sussurrou Diego em meu ouvido
Eu estava abraçada junto a ele.Foi por isso que eu dormi bem,por que minha cama não era nada confortável.
-Pelo jeito dormiu bem não é,princesinha? - perguntou-me Diego com um voz debochada
-Dormi sim...-falei ainda bocejando
-Agora,vá tomar um banho que eu preparo o café da manhã.-ele disse levantando-se da cama
-Café? -perguntei assustada - Café da manhã?Você não sabe nem abrir lata de sardinha!!- e comecei a rir,debochando da cara dele.-Eu tomo banho e já já faço o café,tá?Minha comida,de verdade,é bem melhor que a sua.- e fui para o banheiro,com uma roupa e toalhas,rindo,rindo muito.
Sai do banho e fui preparar o café.Passei por Diego sem dar um "pio",ele estava na sala,assistindo TV,como se a casa fosse dele.Fiz um lanchinho pra mim e dei algumas sardinhas para Diego.
-Suas amigas vem aqui hoje né?-perguntou-me Diego enquanto eu comia
-Sim.-respondi depois de mastigar-Fazer um trabalho para quarta da semana que vem.
-Posso ajudar?-perguntou Diego
-Poder,você pode sim.-eu disse-Mas nem nós sabemos direito o que tem que fazer.Olha isso!- entrego meu livro onde estava como fazer o trabalho.
Diego ficou por uns instantes com o meu livro.Ele tinha os olhos fixos no texto.Parecia que ele lia e relia.Tudo.Até tive a impressão que ele iria virar o livro de ponta cabeça.
-Você não entendeu uma coisa tão simples?
-Não!-respondi sinceramente-Fiquei semanas tentando intender!
-Você tem que fazer uma casa de passaros.-disse Diego
-Sóóóóó??!!- exclamei espantada
-Exatamente.-disse Diego virando-se para janela
-Casa de passaros eu faço desde pequena!!-exclamei toda feliz
-Mas você tinha ajuda.-disse Diego olhando o nada atraves da janela-Uma ajuda especial.
-Uma ajuda especial e que eu não vejo a quase sete anos....-completei
-Hey!Hey!-exclamou Diego - Não fica tristinha não tá?
-Como você sabe do....-tentei dizer
-Seu pai?- Diego completou com uma pergunta
-Exactly.....-eu disse,suspirando,pois meu pai sempre misturava o ingles com o portugues.
-As Alices sempre estiveram em você,por isso eu sei,pois eu faço parte delas...-disse Diego- Mas,vamos parar de falar nisso pois eu não quero te ver triste.
-Tá...-disse um pouco triste
-Que horas elas vão vir aqui?-Diego perguntou-me
-Depois do almoço,ainda tem muito tempo pois ainda são nove horas.-respondi
-Ah!Claro!-exclamou Diego
-Por que nós não procuramos algumas madeiras lá no quintal de casa?-perguntei-Acho que lá ainda deve ter um pouco,pois desde que eu não vejo meu pai,tudo ficou parado por lá.
-Vamos!-disse Diego alegre
Chegamos ao meu quintal,que mais parecia um lixão,de tanta coisa que tinha.Procurei algumas coisas ali e aqui,e achei uma casinha de passaros toda feita de pedrinhas bilhantes.
-Ah!-exclamei-Trabalho pronto!!
-Isso se chama t-r-a-p-a-ç-a.-disse Diego vindo em minha direção
-Isso se chama e-s-p-e-r-t-e-z-a.-retruquei
-Hunf!-virou-se Diego
Observei a casinha de todas as maneiras,vi que faltava uns retoques aqui e ali,mas eu também tinha que ver se as garotas gostavam.
-Diego,nós precisamos ir ao super mercado pra comprar sua caixas de sardinhas.-eu disse no meio do silencio-Pois acabou.
-Sardinha....-suspirou Diego
-Sou mais importante que uma caixa de saridinhas,né?-eu perguntei,"toda-toda"
-Não.-ele respondeu siceramente-Eu só to dando uma de babá pra você pois eu tenho que ver se as Alices estão te usando bem.
-Usaandoooo?!?!?!
-Afffe,garota!"Usando" é só um modo de falar-Diego disse- É que nós precisamos de uma humana para salvar o livro.
-A tááááá....Se for assim o sentido de "usando",tudo bem então!-eu disse
Levei a tal casinha de passaros pra dentro de casa e coloquei-a em cima da minha cama.Olhei-me um pouco no espelho de meu quarto e arrumei meu cabelo,pois ele não "para um segundo quieto".
-Que tanto você se arruma garota?-perguntou-me Diego-Tá afim de um "gatinho",tipo eu?
-Se enxerga garoto!!-gritei para Diego-Você? Nunca MESMO!!
-Nossa....-suspirou Diego- Olha que eu roubei doce da festa da Lizzie...
-E deixou UM SÓ PRA MIM!!!
-Exactaly!!-respondeu Diego
-Não copie as minhas frases!!-gritei
-Não copie as frases de seu pai!!-retrucou Diego
-Ele eh MEU pai,então eu posso copiar.-retruquei para a resposta retrucada dele
A manhã passou,e eu não fui no supermercado,como o prometido.Almocei qualquer coisinha e fui enfrente de minha casa esperar as garotas.
-Helloo!!-gritou Bia do outro lado da rua
-Hi!Hi!-exclamei,indo em sua direção
-As garotas já devem estar chegando.-disse Bia,ofegante
-Ah!Claro!-exclamei
-Cham!Cham!-exclama Diego- Não vai falar da "t-r-a-p-a-ç-a"?
-Que trapaça,Diego?-perguntei como se eu não soubesse de nada
-A trapaça que você achou uma casinha de passáros pronta.-ele respondeu
-Otimo!!-exclamou Bia-Agora podemos ir ao Shopping da outra cidade!!
-Mas nós temos que dar uns retoques aqui e ali.-eu disse
-Sem problemas!!-exclamou Bia,toda feliz
-Dieguiinhuu!!-exclamei com uma voz fofa
-O que você quer?-perguntou ele sério
-Se as meninas chegarem,-comecei a dizer-fala pra elas entrarem.Ok?
-Tá bom...-suspirou ele-Tenho outra opção?
-Não.-respondi
-Já imaginava...-suspirou ele
Entrei em casa com Bia e logo fomos ao quintal.
-Ah!-exclamou Bia-Isso vai ser facil!!
-Claro! Seu pai é pintor.-completei
-É!-exclamou ela toda feliz- Eu sei!!
Começamos a dar risada.Foi quando Ellena,Zoey e Kelly entraram.
-Posso saber o motivo da risada?- perguntou Zoey rindo um pouco
-Sabe que eu não sei? - dissemos eu e Bia ao mesmo tempo
-Suaa copioonaa!!!-exclamamos ao mesmo tempo novamente apontando uma para a outra.
-Vocês ensaiaram essa!!-exclamou Kelly dando risada
Todas nós começamos a dar risadas e depois conversamos assuntos pararelos.
-Então o trato na casinha fica por sua conta,Bia?- perguntou Kelly
-Deixe comigo!!-exclama Bia
-Shopping?-pergunta Zoey
-Daqui a pouco.-repondi
-Vaamooss!!!-exclamou Zoey-Pleeaasee!!!
-Vaamoooss Zoeeyy!!!-exclamou Kelly tentando alcalmar essa tal "elforia" da Zoey de ir ao shopping.
Começamos a dar risada,como sempre,pois Zoey sempre fazia palhaçadas.
-Alguem tem dinheiro para pagar o taxi??-perguntei
-Quem é a mais Rica daqui?-perguntou Bia logo depois de mim
Eu e Bia olhamos para Zoey e ela disse:
-Não olhem para mim!!A Ellena que é a mais rica e mais madura daqui!
Ellena ficou um pouco sem graça mas depois confirmou que pagaria o taxi.
Foram mais ou menos uma hora e meia de viagem conversando assuntos paralelos.
-Obrigada,senhor!-agradeceu Ellena
Assim que entramos no shopping,Zoey já começou a falar "um caminhão" de palavras:
-Vamos ir ali!E depois naquela loja!E depois lá!Depois no segundo andar!E depois...
Zoey parou,e olhou fixamente do outro lado de um laguinho que tem no shopping.
-Depois?-perguntei,virando-me para direção onde Zoey estava olhando
Não é que uma turma de garotos,lindos,da nossa idade,estavam lá?
-Aaannn....-suspirou Zoey-Lá está seu namorado....
-Meu....namorado?-perguntei
-Exatamente...-suspirou Zoey novamente
Foi quando indentifiquei os rostos dos garotos.Eles eram em cinco,assim como nós.Led,Mark,Nicholas,Samuel e Jack.
-O "grupinho" dos garotos.-falei
Todos tinham personalidades diferentes.Led,vocês já sabem.Mark é o "artista",pois desenha muito bem,assim como Bia pinta muito bem.Nicholas é o "descolado",uma versão masculina de Zoey.Samuel é o "pai" dos garotos,pois,assim como Ellena,ele é o mais velho.E Jack,é o mais timido da turma,o "normal",assim como Kelly.
-Hello!!Hello meninoss!!- exclamou Zoey acenando para o outro lado do shopping
-Hi!Hi Zoey!! - exclamou Nicholas, se achando o máximo
Nesse momento,Zoey me puxou e começou a correr em direção aos garotos.A Bia vinha atras correndo.Kelly e Ellena vinham andando.
-Aqui estamos!!! -exclamou Zoey
-Arf!Arf! Não corra assim desse jeito no shopping!!-eu exclamei - Parece uma criança....
Depois que eu disse isso,virei para Led e fizemos o nosso "toque".
-A-l-i-c-e!! - eu e Led exclamamos ao mesmo tempo - Yeah!!
-Alice?- perguntou Mark curioso
-É Mark,A-l-i-c-e.-respondeu Bia
- Á, éle , í, cê , ê . ALICE! - complementou Zoey
-Não precisa soletrar garota,nós não somos analfabetos.-comentou Nicholas
-Mas parece.....-sussurrou Zoey consigo mesma
-O que disse? - perguntou Nicholas aproximando-se de Zoey
-Naadaa....-respondeu Zoey
- O que fazem aqui garotos?? - perguntei,curiosa
-Dando um rolê por aí...- respondeu-me Led
-Pegando umas gatas...tipo você Zoey...-comenta Nicholas
-Miiaaauuu!! - disse Zoey
-Zoey,não exagera.- falou Bia
Todos nós rimos,conversamos assuntos paralelos,foi quando de repente,todos os nossos celulares começaram a tocar ao mesmo tempo.
-Ellena e Samuel,vocês atendem pois vocês são os mais velhos.- disse Zoey com medo
-Melhor a Sophi e o Led,eles são os mais.....-tentou dizer Ellena
-Alô? - eu e Led perguntamos simultaneamente
-Sim,sim.Entendido.-eu respondi - Bye,bye!
-Certo!Entendi!- respondeu Led - Falow!
-O que ele ou ela disse?- eu perguntei
-No bosque,as quatro e meia. - ele me respondeu
-Quatro e quinze....-suspirou Zoey
-JÁÁÁÁ?!?!?!?!- exclamamos preucupados
Eu sai em disparada em direção ao bosque,e quando cheguei num beco escuro pedi uma ajudinha à Meiko:
- Meiko Style!!
Fiquei com o vestido dos naipes de espadas novamente,e pude correr com mais facilidade.
-It's show time !!! - disse Meiko,fazendo-me correr
-Meiko,e o Led??-perguntei enquanto corríamos
-Ele sabe se virar sozinho....-ela respondeu-me sinistramente
Meiko guiou-me até a arvore onde eu a encontrei.
-Te trouxe até aqui.Daqui em diante,siga sozinha.-ela me disse,voltando à forma cristal.
Peguei meu celular e olhei o horário.Quatro e vinte e cinco.
Vi um vulto.Um não,vários.
-Q-q-q-quem está aí?- gaguejei
-Hora do chá!!Hora do chá!!- uma voz dizia alegremente
-Sophi??-uma voz perguntou do nada- Cadê você??
-Led!!!-eu exclamei aliviada-De baixo da árvore velha!!
Led veio correndo em minha direção,e com a voz ofegante disse:
-Quatro.....e.....vinte.....e..nove...
-QUATRO E MEIAA AGOORAA!!!HORAA DOO CHÁÁ!!! - gritou aquela mesma voz de antes,empolgada
-Quem é vo....-tentei dizer
Quando quase terminei minha pergunta,uma mesa de chá para tres pessoas apareceu em nossa frente,e eu e Led já estavamos sentados,como num passe de mágica.
Foi quando apareceu um homem,com um sobre-tudo verde escuro e uma cartola da mesma cor,com uma peninha laranja.
-Querem chá? - perguntou ele
-Não,nós gostariamos de.....-Led tentou falar
-Queremos um pouco de chá sim,né Led?- dei um biliscão em seu braço
-Claaro!Claaro!-respondeu Led
O homem,todo saltitante,pegou um bule de chá e distribuiu para nós.
-A outra senhorita que está no cristal gostaria de chá?-perguntou ele
-Não,obrigada.-respondeu Meiko rudemente
-Como o senhor sabe da Meiko??-perguntei preucopada
-Pois eu venho do livro também!-ele me respondeu
Foi quando Meiko saiu do cristal e pegou o bule de chá da mão do homem.Ela jogou o bule contra arvore,que quebrou,derramou todo o chá,e apareceu um cristal verde.
-Toma,Sophi.-ela me disse atirando o cristal em minha direção
Eu segurei o cristal e ele ficou opaco.Sem brilho.
-Eu acho que isso aqui não é meu.-disse enquanto entregava o cristal verde ao Led
O cristal começou a brilhar nas mãos de Led e o homem entrou dentro dele.
-Sou o Chapeleiro Maluco,chame-me quando precisar.
Led tentou falar comigo.
-Quer dizer que eu vou.....
-Protejer o livro "Alice of Human Sacrifice" junto com a Sophi.-completou Meiko
-Meiko,-comecei a dizer- pare de me chamar de "Sophi".
-Táááá boooomm....-disse Meiko enquanto voltava ao cristal
-No caminho da volta eu explico tudo que Diego me explicou tá,Led?- perguntei
-Tá bom....-ele respondeu um pouco confuso.


oiiee genteess!! desculpa demora taaaaaaaaaaanto pra posta,eo fikei sein pc e ateh eskeci ake da fanfic....^^'
e ae,oke acharam?
logo logo o capitulo 4




Alice of Human Sacrifice
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Alice Of Human Sacrifice   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Alice Of Human Sacrifice
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» PSD Alice in Wonderland
» Alice Englert
» Asia Human Render

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Anime Fans :: Animes :: Fanfics-
Ir para: